Acerca de mim

A minha foto
Poeta por inspiração e imposição da alma... Uma pessoa simples, que vive a vida como se fosse a letra de uma canção, o enredo de um filme, a preparação para uma vida superior, à espera da eternidade e do encontro com o Criador.

quarta-feira, 27 de janeiro de 2016

Evangelho

(Imagem do Google)

Evangelho segundo S. Mateus 11,28-30.
Naquele tempo, Jesus exclamou: «Vinde a mim, todos os que estais cansados e oprimidos, e Eu vos aliviarei. Tomai sobre vós o meu jugo e aprendei de mim, porque sou manso e humilde de coração e encontrareis descanso para o vosso espírito.  Pois o meu jugo é suave e o meu fardo é leve.»

Saber o que pensar desta passagem do Evangelho parece fácil mas não é. Jesus pede-me que vá a Ele, eu que estou cansada e de coração oprimido, e Ele me aliviará. Ao mesmo tempo diz-me que tome sobre mim o Seu jugo e encontrarei descanso para o meu espírito.

Devo, pois, ir a Ele e entregar-lhe todas as minhas preocupações e cansaços, aprender com Ele a ser mansa e humilde. Receber e aceitar o Seu jugo e sentir-me leve, pondo toda a minha confiança no Seu amor por mim.


quinta-feira, 19 de novembro de 2015

O direito dos filhos à religião

Retiraram-se crucifixos de escolas e outros lugares públicos. Os políticos estão proibidos de falar em Deus, muito menos em Jesus. Os pais não educam os filhos em nenhuma religião porque ir à missa ou equivalente é coisa de totós, assim como rezar é uma prática que deve ser abolida e que não é própria de gente inteligente.
Mas o ser humano tem sede de algo superior. Mais cedo ou mais tarde, os filhos sentem a necessidade de acreditar em algo diferente de fadas e monstrinhos. E como não tiveram quem os introduzisse numa religião que propaga o amor, a caridade e o respeito por si mesmo e pelo próximo (qualquer uma que o faça é boa), quando se deparam com os seguidores fanáticos de uma religião que é tudo menos seguidora da Palavra de Deus, eles não tem bases para se defenderem de uma lavagem cerebral e aderem completamente, achando que estão a defender a honra de um profeta ou do próprio Deus  ao matarem pessoas e destruírem monumentos e cidades.
Ser católico, judeu, evangélico, hindu ou outro é um direito que as crianças têm. Mais tarde, quando tiverem a capacidade de discernimento, até podem mudar de opinião, de religião ou não quererem nenhuma, mas isso faz parte do crescimento e dos direitos da pessoa, serão livres para escolher por conta própria. Os pais devem dar esse direito aos filhos.
Assim como as crianças são iniciadas e influenciadas desde cedo para seguirem e apoiarem clubes de futebol, porque não escolherem para elas uma religião? Pode ser a dos pais, mas se não gostam e já não a seguem, escolham outra. Mas deem-lhes uma, se as amam. Ensinem-lhes a amar, ensinem-lhes o amor fraterno. E, sobretudo, que Deus é amor e que proíbe que se cause dano, seja de que modo for, aos outros, sejam eles quem forem, nossos inimigos até.
Não se deixem influenciar por maus chefes religiosos, padres pedófilos ou pastores gananciosos. Eles são as ovelhas negras que todas as boas famílias têm.
Deem aos vossos filhos a capacidade de amar o outro, a todos e  a cada um. Introduzam-nos numa religião, inscrevam-nos na catequese, acompanhem-nos no crescimento espiritual. Hoje em dia várias religiões têm catequese para adultos, frequentem-na.
No tempo que estamos a viver, uma religião que tem por base o amor é um dos maiores bens que podemos dar aos nossos filhos. Pensem nisto.

quinta-feira, 5 de novembro de 2015

Alma que teme ao Senhor

Que haja pontes entre os povos
que se entendam os preceitos
sejam velhos sejam novos
todos tenham seus direitos.

Que ninguém se ache dono
da verdade e da razão
todos tenham paz e sonho
e que a ninguém falte o pão.

Que a oração seja guarida
das almas a Deus tementes
traga alegria na vida
na terra suas sementes.

Sementes de paz e amor
flores que brotam sem par.
Alma que teme ao Senhor
ao Senhor sabe adorar.

Felipa Monteverde

domingo, 14 de junho de 2015

Peregrinação anual ao templo-monumento do Coração de Jesus


 Realizou-se hoje em Viana do Castelo a peregrinação anual ao Coração de Jesus, no Monte de Santa Luzia. Esta peregrinação realiza-se desde 1918, depois de uma promessa feita pelas gentes da cidade ao Coração de Jesus, devido à pandemia da pneumónica durante a qual muitas pessoas morreram. Morria tanta gente que já não tocavam os sinos a defunto, eram vários por dia. Depois da promessa e consagração ao Sagrado Coração de Jesus as mortes rarearam e a pandemia foi declarada extinta. 
A partir dessa data, os vianenses da cidade e de todas as freguesias do Concelho rumaram ao cimo do monte a cumprir a promessa feita. E fazem-no todos os anos, no domingo mais próximo à solenidade do Sagrado Coração de Jesus.
Estas fotos são do ano passado, este ano chovia e por isso não levei a máquina fotográfica.

domingo, 7 de junho de 2015

Adoração ao Santíssimo


Senhor, escutai-nos no silêncio,
ouvi a voz dos nossos corações.
Inflamai o nosso peito, a nossa alma,
com sinceras e devotas orações.

Escutai a voz dos medos que calamos,
ouvi a voz do amor que Vos votamos.
E se houver algum erro em nós guardado
que nos impeça de Vos dar louvor,
retirai-o, Vos pedimos, arrancai-o
e fazei-nos transbordar do Vosso amor.

Senhor, 
no silêncio desta noite, calmamente
aqui estamos, em Vossa divinal presença
olhai, Senhor, para toda esta gente
que Vos louva com ternura imensa.

Adoramos e louvamos o Senhor
pobres de nós, que somos pecadores
mas queremos pedir, por Seu amor
que nos perdoe e cure as nossas dores.

Senhor, 
sacramentado para nosso alimento
divina Eucaristia, puro Amor
Deus que se dá ao homem a contento
Luz que alumia a alma e dá calor.

Honra, louvor e glória ao Senhor
para todo o sempre, que assim seja
Jesus sacramentado, puro Amor
Cabeça divinal da Santa Igreja.

Jesus sacramentado, Eucaristia
alimento divino para a nossa alma
nós Vos louvamos, Luz que alumia
e nos conduz numa suave calma.

Senhor, 
vamos embora agora e Vos deixamos
e ficais no Sacrário, tão sozinho…
oh, entrai em nossa alma, inundai-nos
segui connosco no nosso caminho!

Felipa Monteverde

(Poema feito depois de uma noite de adoração ao Santíssimo)

domingo, 31 de maio de 2015

Oração do Anjo

Santíssima Trindade, Pai, Filho, Espírito Santo, adoro-Vos profundamente e ofereço-Vos o preciosíssimo Corpo, Sangue, Alma e Divindade de Jesus Cristo, presente em todos os sacrários da terra, em reparação dos ultrajes, sacrilégios e indiferenças com que Ele mesmo é ofendido. E pelos méritos infinitos do Seu Santíssimo Coração e do Coração Imaculado de Maria, peço-Vos a conversão dos pobres pecadores.

Oração ensinada pelo Anjo de Portugal aos Pastorinhos de Fátima.

sexta-feira, 3 de abril de 2015