Acerca de mim

A minha foto
Poeta por inspiração e imposição da alma... Uma pessoa simples, que vive a vida como se fosse a letra de uma canção, o enredo de um filme, a preparação para uma vida superior, à espera da eternidade e do encontro com o Criador.

domingo, 25 de setembro de 2011

A parábola dos dois irmãos

(Imagem da Net)
Jesus estava sentado
No templo, a ensinar
Foi então que resolveu
Uma parábola contar.

“Um homem dois filhos tinha
E ao primeiro chamou
Mandou-o trabalhar na vinha
Ele respondeu: «não vou».

Mas depois arrependeu-se
E na vinha trabalhou;
O homem chamou o segundo
Do mesmo modo lhe falou.

E ele lhe respondeu:
«Sim, senhor, vou»
Mas depois se arrependeu
Na vinha não trabalhou.

Qual dos dois filhos fez
O que o pai tinha mandado?”
«O primeiro», responderam
Os que tinham escutado.

“Em verdade vos digo”
Disse-lhes Jesus então,
“Os publicanos e as meretrizes
No Reino de Deus preceder-vos-ão.

Os caminhos da Justiça
João vos veio ensinar
Não vos importastes dele
Não quisestes acreditar.

Os publicanos e as meretrizes
Creram… e vós, isto vendo,
Não vos arrependestes,
Em João crendo.”

Felipa Monteverde

(Fiz este poema aos 16 anos. Hoje, ao ouvir o Evangelho na missa, lembrei-me dele e cá está.)

9 comentários:

Alfa & Ômega disse...

Que bacana, Felipa, então poetisar está em suas veias, heim? Gostei muito! Lindo ddomingo! Beijão!

Dulce disse...

Muito bonito Felipa.
Um beijinho

Ailime disse...

Felipa, boa noite,
Que maravilha.
Assisti na minha Paróquia à missa das 19h de onde cheguei há pouco e arrepiei-me ao ler o seu poema.
Têm tudo o que o Evangelho nos relata.
É espantoso como aos dezasseis anos interiorizou o que o Senhor nos quis ensinar através desta Parábola.
Muito obrigada por partilhar, o que para mim considero uma pérola.
Beijinhos e desejo-lhe uma semana plena de Luz.
Como meu carinho.
Ailime

Nova Civilização disse...

Amiga Felipa,

que lindo! eu fiquei muito alegre ao ler.

Obrigada por partilhar,

beijos


Gisele

Orvalho do Céu disse...

Amiga
Obrigada pelo carinho deixado pelo aniversário de 1 ano dos meus blogs...
Que vc seja abençoada e feliz hoje mais do que nunca!!!
Um milhão de beijos fraternos e de paz

Regina F. Murbach disse...

Olá Felipa, obrigada pela visita. Sabe á alguns anos canto na missa no sábado a noite. Meu marido é quem é o verdadeiro Salmista e canta muito bem, eu só engano, participo porque gosto muito. Sua poesia é linda e daria uma linda musica sacra. Um beijão. Regina.Ah! risquei-me a colocar melodia nesta linda poesia.Apenas para ver como ficaria. Deus te abençoe.Regina.

Lucinha disse...

Felipa,

Que coisa mais linda. Nossa, transforma um evangelho em poema é fantástico.
Ainda mais essa parábola tão linda.

Obrigada pelo carinho de sempre nos comentários. Eu entendo e reflito tudo que você escreve.
Sobre o amor, que mais me tocou. Afinal, tem muita gente precisando de amor, não é mesmo?
Beijos

Marina disse...

Tens muito jeito, ficou muito bem :)


Paz de Cristo,
Marina
www.meditandosobredeus.blogspot.com

aguarela disse...

Gostei da maneira como apresentou o Evangelho.Que jeitinho a trabalhar as palavras!Assim até é mais fácil interiorisar.
Estava a ler e a rir-me.Bela maneira de evangelizar,Felipa!

Boa noite!!!
paz e bem!