Acerca de mim

A minha foto
Poeta por inspiração e imposição da alma... Uma pessoa simples, que vive a vida como se fosse a letra de uma canção, o enredo de um filme, a preparação para uma vida superior, à espera da eternidade e do encontro com o Criador.

sábado, 17 de março de 2012

Caminhada da Quaresma - 2012

Imagem da Net

Aproxima-se o tempo da Paixão, Jesus sofre a ansiedade natural de quem sabe o sofrimento que o espera.
Sofre e teme não ter forças para levar a Cruz...

Quantas vezes, ó Jesus, a minha cruz é tão fácil de transportar e mesmo assim eu me queixo e tento trocá-la por outra ainda mais leve.
Ajuda-me a ter forças, a ter coragem, a ser mais parecida contigo. A caminhar sempre de encontro à vontade do Pai.

Blogues participantes nesta caminhada:

Regina

Utília

Marili

Maria Luiza

Ailime

Felipa

Dulce

4 comentários:

Lucinha disse...

Felipa,

Muitas vezes pensamos que não vamos suportar o peso das nossas cruzes.
Mas esse que morreu por nós nela, é que nos ajuda a carregar.

Tenha um lindo dia.

Beijos

Ailime disse...

Olá Felipa boa tarde,
Sim, as nossas cruzes e falo também em meu próprio nome, apesar de serem leves como diz ainda achamos que poderiam ser menos leves.
Jesus como alguém disse nunca nos dá uma cruz superior à que Ele suportou.
Com a Sua ajuda os nossos fardos tornam-se mais suaves.
Que Ele nos ajude a caminhar aceitando a Sua Vontade.
Muito obrigada por me te informado da adesão da Dulce). Já atualizei.
Um beijinho.
Ailime

Utilia Ferrão disse...

A cruz por vezes é grande, isso é verdade mas há sempre alguém que nos ajuda a levá-la.
E pensado no sofrimento de Jesus, juntamos a nossa cruz.
Com Ele conseguimos.
Obrigada Felipa por esta lembrança da cruz.
Beijinhos e boa caminhada .
Que Jesus abençoe cada passo que dermos.

Dulce disse...

Felipa, desculpe o atraso na visita mas ontem foi um dia complicado na gestão de tempo.
Curiosamente ambas focámos a cruz, estamos em sintonia refletindo no peso da mesma.
Soube-me bem le-la e não me sentir só na minha forma (por vezes quase cobarde) de a encarar.

Só com os olhos postos no Pai seremos capazes de sentir a leveza do que nos pesa.
Obrigada por acrescentar algo à minha Quaresma.
Um beijinho